quinta-feira, 9 de abril de 2015

Somos quem podemos ser, sonhos que podemos ter

Hoje a analogia é com a clássica música "Somos quem podemos ser" de Humberto Gessinger, lançada no álbum da banda Engenheiros do Hawai de 88, Ouça o que eu digo, não ouça ninguém. O jogo de ontem me fez remeter a essa canção, pelo fato do nosso sentimento como torcedor. Historicamente e perceptivelmente esta torcida é receosa, temerosa, pessimista e exigente além da conta. Não nos apegamos a jogadores de renomes internacionais, não nos apegamos a dirigentes falastrões, não nos apegamos a reversão de resultados que parecem improváveis, nos apegamos ao mais plausível, sonhamos com o que podemos sonhar, somos quem podemos ser e se o time não demonstra toda essa volúpia, garra, técnica e consistência tática necessária para empolgar não nos empolgamos. Ontem acredito que até o torcedor mais receoso conseguiu voltar a sonhar e se empolgar com o que somos, a representatividade do bi-campeão da Libertadores, La Bestia Negra da america, mostrando seu valor e sua força, mostrando que quando quer é capaz de fazer bonito.

Ainda parafraseando Humberto Gessinger, "... E tudo ficou tão claro / um intervalo na escuridão...", esse sentimento que tive ontem, um intervalo nos jogos lastimáveis que presenciamos em 2015, a clareza da capacidade deste time que com vontade e inspiração tem potencial para galgar os lugares que estamos habituados a estar.

Damião, Arrascaeta, Alisson, Leo, Paulo André, Mayke, Mena, Willians, Fabio, Henrique e até o garoto Gabriel Xavier que teve pouco tempo, deram essa esperança ontem para a torcida, com bom futebol contra um time de fato inferior que tentou ditar o jogo através de ponta pés e cotoveladas, mas que pouco adiantou contra um time merecedor do resultado de 3 a 0, se pá deveria ser até mais, com um pouquinho mais de sorte, ou boa vontade do fraquíssimo juiz chileno, mas o resultado foi ótimo, já estamos classificados e o desempenho foi um alento para um torcedor que estava desesperançoso. Fim de semana agora teremos uma semi-final, este jogo com o time venezuelano ajudou a moral do time para a próxima partida e que a pegada continue, porque sabemos que assim podemos ser quem somos, O Maior de Minas.

Podemos ser de novo o que costumamos ser, um time belo, forte, impávido colosso e o teu futuro e seu passado espelha essa grandeza, pois sua imagem sempre resplandece.


7 comentários:

  1. Excelente texto!

    La Bestia 2015 ...

    ResponderExcluir
  2. Belo texto Parabéns!!!! Mas como disseste, somos um pouco pessimistas...rsrs, o time que enfrentamos ontem não pode nos iludir, pois é muito fraco. No entanto ver o time se encaixando da uma esperança boa, sobre o Cruzeiro de 2015. Somos maus acostumados, e gostamos da nossa equipe com volúpia sempre casa, sinceramente ainda não vi isso por 30 min em uma partida como nos anos anteriores. Mas como Amor é Amor sempre tenho a esperança. Somos guerreiros, somos Cruzeiro!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com vc Rogerio e isso que quis dizer com o texto... o jogo de ontem foi só um alento para acharmos que as coisas estão entrando no caminho normal.

      Excluir
  3. Bom, já que você citou o mito Gessinger, vou parafraseá-lo também em meu comentário. Lembro da música Infinita Highway, sucesso total, diferente do nosso inconstante Cruzeiro de 2015. Na música tem uma frase que representa o sentimento de muitos torcedores, que é: "eu vejo um horizonte trêmulo, eu tenho os olhos úmidos", pois a sensação é que 2015 será difícil, de doer e de chorar. Entretanto, e muito bem colocado por você, aconteceu ontem um "intervalo na escuridão". No entanto, tem que ser mais do que apenas um intervalo na escuridão. Tem que ser como tatuagem, que não se apague, que seja definitivo, que não perde a cor!

    Que a noite passada possa ter acordado tanto jogadores quanto os torcedores. Precisamos entender que o Cruzeiro está ali, adormecido ainda, mas está lá. Ontem tivemos uma lembrança disso. Precisamos crer e apoiar para que as coisas continuem a evoluir.

    Trazendo Gessiguer novamente, "Corpos em movimento, Universo em expansão"! Precisávamos parar de marcar com os olhos e o Willians jogou por terra esse tipo de marcação. Como ele movimenta esse time do Cruzeiro, como dá um choque no time! Precisamos disso. Precisamos cada vez mais de um time vibrante e envolvente, que não foge a luta!!!

    Então Cruzeiro, "Novos horizontes, se não for isso o que será?" e o sentimento deixe conosco porque aquele sentimento que já não era passageiro, agora Não acaba mais!!!

    Abro aspas para Arrascaeta e Damião, que jogaram muita bola ontem! Ah, e o texto ficou ótimo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Belo comentário Moises, concordo plenamente com as analogias. Vlw

      Excluir
  4. Prezados amigos do A Cruzeirense,

    Saudações! Meu nome é Ronan e administro o portal de resultados esportivos www.Resultados.com. Visitei o blog, me interessei pelo conteúdo e gostaria de propor uma parceria de troca de links.

    Nossa ideia é trocar links de texto: o Resultados.com seria linkado como “Futebol ao vivo” e o A Cruzeirense seria incluído em nossa seção “Sites recomendados”. O que acha?

    Temos uma audiência de mais de 5 milhões de pageviews (abril/2015) e estamos em franca expansão.

    Coloco-me à disposição para quaisquer dúvidas e, desde já, agradeço a sua atenção.

    Um abraço,
    Ronan Sato
    www.Resultados.com

    ResponderExcluir